Pedidos e Informações : 0800 725 1060
Telefone: 19 3865.9599
Bem-vindo. Ainda não é cadastrado? Cadastre-se

Efeito da Utilização de Butirato de Sódio na Digestibilidade, Atividade Fermentativa e Morfologia Intestinal de Leitões Desmamados

21/10/2014 14:50:30

Autor: Inês Serejo Pina Antunes Tonel

Trinta e seis leitões com 21 dias de idade foram utilizados para testar o efeito de duas fontes de butirato de sódio na digestibilidade, desenvolvimento do tubo digestivo, fermentação intestinal e morfologia da mucosa intestinal. Os leitões foram distribuídos por 3 regimes: RB (controlo), A- RB + 0,5% butirato A, B- RB + 0,25% butirato B. As duas formas de butirato A e B possuem 54% e 98% de ácido butírico respectivamente. Verificou-se uma tendência para redução da consistência fecal com o butirato B. A digestibilidade fecal aparente da PB foi de 0,772; 0,790 e 0,838 para os regimes RB, A e B, respectivamente (P <0,05). O peso do baço e do intestino delgado e grosso vazio foi reduzido com o butirato em especial com o butirato B. O teor de MS (%) dos conteúdos ileais foi de 6,67; 5,33 e 5,10, para os regimes RB, A e B, respectivamente (P <0,05). No ceco a atividade da xilanase e da pectinase foi reduzida com o butirato de sódio. A altura das vilosidades ileais (μm) foi 295; 312 e 280 para os regimes RB, A e B, respectivamente (P <0,10). O regime B aumentou a largura das vilosidades no jejuno.

Artigo Completo